BRASIL

GEDDEL NÃO ACEITA SER PERICIADO

A vigilância da Papuda encontrou, em abril deste ano, uma série de remédios na cela de Geddel Vieira Lima, preso na Papuda desde 2017.

Aconselhado por advogados, informa Andréia Sadi, ele se recusou a se submeter a uma perícia determinada pela Justiça Federal.

A juíza Leila Cury mandou apurar “situação fática envolvendo o preso provisório Geddel Quadros Vieira Lima, o qual teria ingerido vários medicamentos e, por isso, estaria se portando de maneira estranha”.

A magistrada também quer saber como os medicamentos chegaram às mãos do encarcerado.

Andréia Sadi detalhou os remédios encontrados na cela de Geddel Vieira Lima, na Papuda:

— Nexium 40mg (65 comprimidos);

— Diazepam 5mg (8 comprimidos);

— Valium 10mg (4 comprimidos);

— Hermitartarato de Zolpidem 10 mg (2 comprimidos);

— Lexapro 10 mg (46 comprimidos);

— Lexapro 20mg (18 comprimidos);

— Cewin 500mg (13 comprimidos);

— Oxalato de escitalopram 20mg (29 comprimidos);

— Carbamazepina 200mg (10 comprimidos);

— Tylenol (04 comprimidos);

— Iboprufeno (07 comprimidos);

— 01 pomada Tarfic.

Sobre os remédios encontrados na cela de Geddel Vieira Lima no fim de abril, a Época noticia que um exame pericial de emergência feito Instituto Médico Legal do Distrito Federal concluiu que os 206 comprimidos de 13 tipos de medicamentos sem prescrição nem autorização poderiam ter causado sua morte se ingeridos em sua totalidade.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s