BRASIL

“DISTRIBUINDO ARMAS, VAMOS CRIAR UMA GUERRA CIVIL”

Marina Silva disse a Folha, UOL e SBT que “a obrigação de combater o crime é do Estado”, que “evoluiu como mecanismo de mediar a força entre pessoas e grupos”.

“Distribuindo armas para a população, vamos criar uma guerra civil”, afirmou a pré-candidata da Rede.

Carlos Nascimento, do SBT, ponderou que o Estado não está cumprindo sua função.

“Mas não vai ser o cidadão que vai fazer Justiça com as próprias mãos. Quem tem de fazer Justiça é o Estado”, insistiu Marina.

Ela pregou a necessidade de um plano nacional de segurança pública, com “valorização dos policiais” e da “inteligência nas abordagens”.

Marina também criticou os governos de outros partidos nessa área.

“Os governos FHC, Lula e Dilma fugiram do problema da Segurança Pública e deixaram os estados à própria sorte. Parece até que a intervenção federal no Rio de Janeiro fez um socorro a Temer, porque ele não conseguiria aprovar a PEC da Previdência.”

Marina Silva também falou na sabatina de Folha, UOL e SBT, sobre as menções de possível caixa dois na chapa que formou com Eduardo Campos na eleição de 2014.

“Eu durmo com a consciência tranquilíssima. O que não podia ser declarado não podia ser recebido. Não teve um centavo de caixa dois na minha campanha. E mesmo [em relação a] empresas que tenha sido citadas na Lava Jato, o que foi doado para mim foi 100% declarado. Não teve nada de caixa dois.”

E mais:

“No Brasil, a gente não institucionaliza as conquistas. Aqui se fulanizam as conquistas. Elas se transformam em bandeiras dos partidos e das pessoas. Vamos acabar com isso.”

Marina Silva ainda discordou da afirmação de que sua militância ambiental tiraria o sono do agronegócio.

Segundo a pré-candidata da Rede, o combate ao desmatamento feito em sua gestão como ministra do Meio Ambiente “foi muito bom para o agronegócio brasileiro”.

Marina acrescentou que várias grandes empresas em todo o mundo já estão se adaptando a regras de sustentabilidade, que, para ela, não afeta negativamente a produção do agronegócio.

De Marina Silva, sobre o gasto público:

“Eu sou a favor do controle do gasto público. Desde 2010 eu propunha gastar metade do crescimento do PIB.

”Traduzindo: a pré-candidata da Rede defendeu que o gasto público deve variar em função do crescimento do PIB, com o avanço do gasto sendo metade do crescimento da economia.

Marina Silva classificou de “draconiana” a reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer, porque, segundo ela, o texto da PEC impõe condições duras ao trabalhador.

A pré-candidata da Rede, no entanto, não detalhou sua própria proposta para a Previdência.

Limitou-se a dizer que a idade mínima “precisa ser debatida” e que “é uma injustiça” a equiparação dos regimes do trabalhador rural e do urbano.

Marina Silva comentou, na já encerrada sabatina de Folha, UOL e SBT, o anúncio de Pedro Parente do corte de 10% no preço dos diesel e do congelamento por 15 dias, após o protesto nacional dos caminhoneiros.

“A Petrobras vem de um momento de grande fragilização em função da corrupção, da má gestão, agora ela não pode dar nenhum sinal trocado em relação a essa recuperação de credibilidade e de capacidade de gestão. E tanto é que o que fez agora, no calor da pressão, dá uma sinalização ruim, que parece que está fazendo em função de pressão política. Se isso é algo feito antes da pressão política, aí dá o sinal de que você está no controle, e obviamente que não é com esse mecanismo que você resolve o problema de forma duradoura. As medidas duradouras têm que ser debatidas no Congresso, como está sendo feito agora em relação à tributação.”

Anúncios

Categorias:BRASIL

Marcado como:, , ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s