BRASIL

TJ-MG DECRETA PRISÃO DE AZEREDO

O ex-governador tucano de Minas Gerais Eduardo Azeredo disse ao Estadão nesta terça-feira que se sente “injustiçado” no processo do mensalão mineiro.

“Nunca cometi nenhum crime. A população de Minas Gerais conhece minha vida a fundo. Sou absolutamente inocente.”

E mais:

“Inúmeros depoimentos que me inocentaram não foram reconhecidos. Houve extrapolação da acusação. Irei recorrer a instâncias superiores.”

A Justiça estadual julgou na tarde de ontem o último recurso de Azeredo, como informou O Antagonista.

Relator do último recurso de Eduardo Azeredo no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o desembargador Julio Cesar Lorens votou pela rejeição dos embargos e pela decretação de prisão imediata do ex-governador tucano.

O revisor Alexandre Victor de Carvalho seguiu o voto do relator Julio Cesar Lorens pela rejeição do último recurso de Eduardo Azeredo no Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Carvalho se disse pessoalmente contra a determinação de prisão imediata do ex-governador mineiro, mas votou a favor dela por ser entendimento do STF.

O desembargador Pedro Vergara também votou pela expedição de prisão imediata, seguindo o relator Julio César Lorens e o revisor Alexandre Victor de Carvalho.

Ao final, os cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal do TJ-MG rejeitaram os últimos recursos de Eduardo Azeredo.

Os dois últimos, Adilson Lamounier e Fernando Caldeira Brant, seguiram os votos dos colegas.

O homem do mensalão mineiro perdeu de goleada.

Com a prisão de Eduardo Azeredo, fecha-se o capítulo do mensalão.

O mensalão mineiro foi a gênese do mensalão petista.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s