BRASIL

STF: SEGUNDA TURMA X LAVA JATO

No memorial em que reitera o pedido de condenação de Nelson Meurer, a PGR coloca em discussão uma questão vital para a Lava Jato, ressalta O Antagonista.

Raquel Dodge quer que os ministros da Segunda Turma definam amanhã se, para configuração do crime, é necessário que a vantagem indevida recebida pelo agente público tenha relação de causa com um ato de ofício por ele praticado ou que seja de sua competência.

“Que tipo de conduta pode ser enquadrada no conceito de ato de ofício”, questiona Dodge. Meurer é acusado de receber propina para apoiar a permanência de Paulo Roberto Costa na Diretoria de Abastecimento da Petrobras.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s