BRASIL

O AGRESSOR PETISTA (QUASE) NO STF

Roberto Caldas, acusado de espancar e violentar sua mulher, quase foi indicado por Lula para o STF.

Diz Lauro Jardim:

“Caldas, ligado ao PT, teve seu nome levado a Lula. Tinha o apoio do então ministro da Justiça, Tarso Genro, assim como do presidente da OAB, Cezar Britto, e do hoje deputado petista Wadhi Damous, à época presidente da secional Rio de Janeiro da OAB.”

O petista Roberto Caldas, que defendeu Dilma Rousseff na Corte Interamericana dos Direitos Humanos, agrediu sua mulher porque ela era pobre e comia buchada, segundo a própria agredida contou.

Ela disse para O Globo:

“A primeira agressão foi por causa de um jantar com comidas nordestinas, em 2007. Era uma rabada, buchada, algo assim, e quando me viu comendo, quebrou o prato e disse que a pobreza não saía de mim. Fomos para o quarto e lá puxou meus cabelos, me chamou de vagabunda.”

Anúncios

Categorias:BRASIL

Marcado como:, , ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s