BRASIL

PROCURADOR-GERAL NEGA INTERFERÊNCIA DE ALCKMIN

Gianpaolo Smanio, o procurador-geral de Justiça de São Paulo, negou que Geraldo Alckmin esteja tentando interceder na investigação sobre o suposto repasse de R$ 10,3 milhões da Odebrecht para suas campanhas de 2010 e 2014.

“O ex-governador jamais pediria algo assim. E isso vale para políticos de todos os partidos”, disse Smanio em entrevista ao Estadão.

Atendendo ao pedido da defesa de Alckmin, o procurador-geral solicitou a remessa do inquérito civil para ‘avaliar e decidir’ quem tem a competência para investigar o tucano.

O promotor Ricardo Manuel Castro, que estava com o caso, protocolou representação junto ao CNMP para reaver a investigação.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s