MUNDO

BRASILEIRO É CAPTURADO POR NACIONALISTAS UCRANIANOS

O Estadão informa que um grupo de ultranacionalistas ucranianos capturou nesta sexta-feira, 4, em um mosteiro em Kiev o brasileiro Rafael Lusvarghi, que combateu nas fileiras dos rebeldes pró-Rússia no leste da Ucrânia.

Lusvarghi, de 33 anos, foi levado pelos integrantes de grupos radicais vinculados ao temido Batalhão Azov até a sede do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), segundo se pôde ver em imagens nas quais um jovem nacionalista esbofeteava o cidadão brasileiro.

Além disso, o obrigaram a pedir ao presidente russo, Vladimir Putin, que ele seja trocado por soldados ucranianos em poder dos separatistas pró-Rússia.

Os nacionalistas, que conduziram Lusvarghi pelas ruas de Kiev com as mãos amarradas nas costas, pediram energicamente explicações aos representantes do SBU pela libertação de um cidadão estrangeiro que tinha matado ucranianos.

Em seguida, os funcionários levaram Lusvarghi ao interior do edifício, onde foi interrogado, segundo informou a porta-voz do SBU, Elena Guitlianskaya.

Lusvarghi foi condenado em janeiro de 2017 a 13 anos de prisão por participar de atividades terroristas contra o Estado ucraniano, mas foi posto em liberdade no fim do ano passado supostamente por irregularidades processuais.

Aparentemente, o brasileiro decidiu refugiar-se em um mosteiro ortodoxo nos arredores de Kiev, já que as autoridades requisitaram seu passaporte, razão pela qual não podia deixar o país.

Anúncios

Categorias:MUNDO

Marcado como:, ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s