BRASIL

O TRABALHO DO ‘ITALIANO’

De acordo com O Globo, passou quase despercebido um detalhe da denúncia feita ao Supremo, na segunda-feira, pela procuradora-geral Raquel Dodge. Ela lembrou que parte do mesmo processo foi enviada ao juiz Sérgio Moro, de Curitiba, no ano passado. Dodge, na nova peça, ressalta a acusação contra a ex-presidente Dilma Rousseff: “Foi amplamente beneficiada, em 2010 e 2014, com recursos de propina (da Odebrecht) … Somados os valores, verifica-se que Dilma foi favorecida, em 2010, com a quantia de R$ 56 milhões, com débitos da Planilha “Italiano”, e, em 2014, de R$ 114,4 milhões, com descontos da Planilha “Pós-Itália”’. A ex-presidente, como se sabe, sempre tem negado as acusações.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s