BRASIL

O DESASTRE AÉCIO PARA O TUCANATO

Em entrevista ao Estadão, Fernando Henrique Cardoso disse que Lula não é preso político, mas “político preso”.

Deu uma dentro, FHC.

Na mesma entrevista, FHC tentou minimizar o impacto de Aécio Neves ter-se tornado réu por corrupção passiva e obstrução da Justiça:

“Eu não posso ficar contente quando vejo personalidades importantes sendo julgadas e presas. O Lula, você acha que eu fico satisfeito? Não, mas não vou contra a Justiça. No caso do Aécio, foi apenas iniciado o processo. Ele disse que vai demonstrar que não havia dinheiro público envolvido. Eu não sei. Agora, eu não posso ser contra o que a Justiça decidiu. Nem num caso, nem no outro. Tem efeito claro, prejudica os partidos. Mas juiz não tem de ver se tem efeito político, tem de ver os autos. Tem indício de crime, abre o processo. Tem crime, condena. Foi o que eles fizeram.”

Quanto ao impacto sobre a campanha de Geraldo Alckmin, ele disse:

“Digo isso até com constrangimento, mas qual foi o impacto na inclinação pelo Lula (nas pesquisas)? Até agora nenhum. Eu acho que devia ter, mas não sei se vai. É provável que as lideranças (tucanas) discutam esse assunto. Como ele (Aécio) tem direitos políticos, ele que vai decidir (se será candidato), mas acho que a liderança vai ponderar e dizer: ‘Presta atenção, olha as consequências’.”

A verdade é que FHC considerava — e tratava — Aécio como o seu substituto na liderança do PSDB.

Aécio réu é um desastre para o tucanato.

Fernando Henrique Cardoso também disse ao Estadão que não dá para dizer que  Geraldo Alckmin não tem chance de ser eleito, porque ele é “um corredor de maratona”.

Na maratona de 2006, o corredor de maratona eleitoral conseguiu a proeza de fazer melhor tempo na primeira prova do que na segunda.

Na entrevista ao Estadão, FHC também afirmou:

“A força simbólica de Lula não é sobre o que ele faz e diz, mas sobre o que ele fez. E foi capaz de, ao fazer, cantar, cacarejar. Um dos defeitos do PSDB e meu é cacarejar pouco sobre o que se fez, quando se fazia. O Lula tem a virtude de que ele cacareja: eu fiz, eu fiz, agora sou ideia. A ideia pode ser boa ou pode ser má, não sei (risos). Mas foi uma boa sacada.”

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s