NOTÍCIAS

LAVA JATO PRENDE OPERADORES DO PT E DO MDB

A Lava Jato do Rio de Janeiro está prendendo o petista Marcelo Sereno, que se tornou operador de Sérgio Cabral, e o lobista Milton Lyra, operador do PMDB.

Diz O Globo:

“Agentes da PF estão nas ruas na manhã desta quinta-feira para cumprir 10 mandados de prisão preventiva contra suspeitos de participar de um esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina para gestores dos fundos de pensão dos Correios (Postalis) e do Serpro.”

A operação de hoje recebeu o nome de Rizoma.

140 policiais federais cumprem, além de 10 mandados de prisão preventiva, 21 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal.

Segundo O Globo, o petista Marcelo Sereno, “apontado como operador de Sérgio Cabral, teria recebido do esquema de R$ 900 mil; Milton Lyra, um total de US$ 1 milhão entre 2013-14”.

Marcelo Sereno, homem de José Dirceu preso hoje pela Lava Jato do Rio de Janeiro, já estava na mira dos investigadores há mais de dois anos.

Manguinhos e os fundos de pensão são o elo entre o PT e o PMDB.

A Rizoma desmascara o acordo entre PT e PMDB para repartir os fundos de pensão.

Além de Marcelo Sereno, a Lava Jato prendeu também outro operador petista: Adeilson Ribeiro Telles.

Chefe de gabinete do antigo presidente da Petros, Wagner Pinheiro, Adeilson Ribeiro Telles é militante da CUT, da ala Luiz Gushiken.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s