NOTÍCIAS

OS HABEAS CORPUS DE ROSA WEBER

Rosa Weber foi sorteada para analisar 58 pedidos de habeas corpus nos últimos dois anos.

E negou 57 deles.

De acordo com levantamento feito pela Folha de S. Paulo, “a ministra decidiu a favor do réu em um único caso, o de uma mulher condenada por roubar comida de uma igreja no interior paulista há cinco anos.”

O levantamento da Folha de S. Paulo sobre os 58 pedidos de habeas corpus analisados por Rosa Weber mostra que, em 29 casos, “a ministra explicitou sua divergência repetindo a mesma frase em sua decisão: ‘O princípio da colegialidade leva à observância desta orientação, ressalvada minha compreensão pessoal a respeito’.

Mas em outros 28 casos ela omitiu essa declaração de princípios e apontou outros motivos para rejeitar os pedidos”.

A reportagem prossegue:

“Num desses casos, o de um homem condenado por homicídio em Pernambuco, Rosa endossou um dos principais argumentos dos defensores da atual orientação do STF, criticando a ‘nítida intenção da defesa de prolongar o julgamento em questão, uma vez concedido ao paciente o direito de recorrer em liberdade’”. A Lava Jato depende da possibilidade de prender os condenados em segundo grau.

O que Rosa Weber tem de decidir na quarta-feira, porém, é se manda Lula para a cadeia ou se garante sua soltura, por fidelidade partidária.

Os ministros golpistas querem transformar o julgamento do habeas corpus de Lula numa questão de princípio, mas isso é só uma malandragem para soltar toda a ORCRIM.

Anúncios

Categorias:NOTÍCIAS

Marcado como:, , , ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s