NOTÍCIAS

A INTERINIDADE NO BNDES

A propósito, no Palácio do Planalto a ida de Dyogo Oliveira para o BNDES é tratada assim por um ministro (mais do que) próximo a Michel Temer: — Ele só não vai para o BNDES se não quiser.

Porém, O Globo diz que a perspectiva de Dyogo Oliveira assumir a presidência do BNDES gerou um rebuliço entre os servidores do banco. Atribuem a ele a mudança da TJLP, a taxa de juros cobrada pela instituição, e a antecipação de repasses para o caixa do Tesouro, duas medidas vistas com ressalvas pelos funcionários.

Por isso mesmo, com a saída de Paulo Rabello de Castro, a presidência do BNDES será ocupada interinamente por Ricardo Ramos.

O nome de Ramos, hoje na diretoria de Diretor da Área de Acompanhamento do Mercado de Capitais, será submetido amanhã para aprovação do  Conselho em reunião extraordinária.

Aliás, Ramos já comandou interinamente o BNDES quando Maria Silvia Bastos Marques pediu demissão no ano passado.

Anúncios

Categorias:NOTÍCIAS

Marcado como:, ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s