JUSTIÇA

CARMINHA, A DESAUTORIZADA

Nesta semana, foram realizadas eleições em vários tribunais. O STF ajeitou a lei, de acordo com os interesses locais.

No TRF3, o maior tribunal federal do país, só puderam concorrer à presidência os três juízes mais antigos, o que favoreceu Therezinha Cazerta, candidata de Daldice Santana e José Lunardelli, nomeados por Lula.

No mesmo dia, no mesmo Estado de São Paulo,  no TJSP, o maior tribunal estadual do país, puderam concorrer à presidência não os três mais antigos, mas os 360 desembargadores.

Para cada tribunal, o STF tem uma “lei” diferente.

Enquanto isso, Cármen Lúcia, repetindo, é desautorizada no STF e no CNJ.

No CNJ, que não faz respeitar o teto salarial, causando prejuízo de bilhões ao Brasil, os tribunais nem respondem aos ofícios de Carminha, que choraminga pelos corredores.

A PGR recorre no STF para investigar o corregedor do CNJ, Otávio Noronha.

Os fatos são gravíssimos e já foram publicados na imprensa, mas Carminha, ao invés de abrir investigação no CNJ, ainda foi solidária com Noronha.

Anúncios

Categorias:JUSTIÇA

Marcado como:, ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s