JUSTIÇA

“O JUDICIÁRIO NÃO É PASSIVO”

O vice de Raquel Dodge, Luciano Maria Maia, disse o que entendia por “ativismo judicial”.

Cármen Lúcia, presidente do STF, tentou rebater:

“A atividade do Poder Judiciário não é passiva. Atua o Judiciário. Ativa-se o Judiciário para que a injustiça não prevaleça.

A ministra acrescentou, ainda em evento sobre o tema no STJ: “Não queremos que o Judiciário vá além dos seus limites nem a menos do que a lei e a Constituição exigem”.

Cármen Lúcia afirmou, que o Judiciário não é passivo e se espera que ele cumpra a lei e a Constituição.

Mas e o que dizer de ministros de tribunais superiores que estão “fazendo fila” para conceder uma liminar a Lula e, assim, permitir que ele seja candidato em 2018, mesmo se condenado em segunda instância?

Anúncios

Categorias:JUSTIÇA

Marcado como:,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s