JUSTIÇA

RAPIDEZ DE DODGE X LENTIDÃO DE JANOT

Em pouco mais de dois meses no cargo, Raquel Dodge pediu ao STF para arquivar 24 inquéritos sobre políticos com foro privilegiado, a maioria por falta de provas e prescrição, registra a Folha.

“Nas manifestações, Dodge apontou lentidão ou ineficiência nas investigações tocadas por seu antecessor, Rodrigo Janot.”

De 18 de setembro a 23 de novembro, período do levantamento feito pela PGR a pedido do jornal, nenhum dos pedidos de arquivamento teve relação com a Lava Jato.

“Em 10 dos 24 casos, Dodge entendeu não haver razão para prosseguir as apurações – por falta de provas ou porque a conduta do investigado não configurou o suposto crime.”

A PGR dobrou o número de pedidos de arquivamentos em relação aos de Janot.

“Como comparação, um levantamento da Folha publicado em novembro de 2014 mostrou que Janot, em seus primeiros 13 meses na PGR (de setembro de 2013 a outubro do ano seguinte), pediu para arquivar 82 inquéritos e ações penais – proporcionalmente a metade de Dodge em seus dois meses iniciais.”

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s