Sem categoria

PI: GOVERNO INVESTE R$ 24 MI EM ESCOLAS INTEGRAIS

Dando continuidade ao trabalho de melhoria estrutural e combate à evasão escolar, o Governo do Estado, através da secretaria de Estado da Educação (Seduc), investiu cerca de R$ 10 milhões em reformas e ampliação de escolas, bem como aplicou R$ 14 milhões para o custeio de professores e funcionários.

Este investimento permitiu a construção de 30 novos Centros de Tempo Integral, ampliando para 69 o número de colégios de regime integral no nível médio, distribuídos em 34 municípios piauienses. A iniciativa para a Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral é regida pela portaria nº 727, de 13 de junho de 2017. Ao todo, cerca de 21 mil estudantes piauienses estão matriculados nesta modalidade de ensino.

Os investimentos em novas escolas não se restringem ao tempo integral. Desde o ano passado, 35 novas unidades escolares, no padrão estabelecido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia ligada ao Ministério da Educação, foram construídas. Em 2017, com investimentos no valor de R$ 40.930.294,45, escolas foram construídas e ampliadas beneficiando 20 municípios.

Cidades como Santana do Piauí, Teresina, Lagoa do Piauí, Baixa Grande Do Ribeiro, Esperantina, Parnaíba, Picos, Elesbão Veloso, São João da Serra, Caldeirão Grande, Campo Maior, Lagoa de São Francisco, Assunção do Piauí, Luís Correia, Pau D’arco, Boa Hora, Nossa Senhora de Nazaré, Nova Santa Rita, Miguel Alves e Piracuruca são os municípios beneficiados com escolas no padrão FNDE neste ano.

O crescimento apresentado de 2015 até agora evidencia o compromisso do Governo do Estado em manter todos os índices educacionais sempre acima das metas estipuladas. Com mais de 350 mil alunos matriculados, a Seduc vem reduzindo os números de evasão escolar e analfabetismo com diversas ações. Nesse ponto, o Piauí tem avançado na correção de um problema histórico que atrasa o desenvolvimento do estado, o analfabetismo.

“A iniciativa da Seduc de melhorar a demanda por Educação de Jovens e Adultos é de importância crucial e se situa dentro do espírito que inspira várias estratégias do Plano Nacional de Educação. Destacamos o diagnóstico dos que tem Ensino Fundamental e Médio incompletos, para identificar a demanda ativa por vagas e realizar chamadas públicas regulares para a EJA e, assim, promover a busca ativa em regime de colaboração entre entes federados e em parceria com organizações da sociedade civil”, explica a diretora da Unidade de Educação de Jovens e Adultos da Seduc, Conceição Andrade.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s