VARIEDADES

O TERROR DO MST EM ÁREAS URBANAS

A tomada pelo MST de prédios públicos – como as recentes ocupações do Ministério da Fazenda, e das sedes da Cemig e do Incra –, pedágios, estradas e ferrovias subiu de 87 ações no ano passado, entre janeiro e outubro, para 126 neste ano, no mesmo período, informa o Estadão.

O objetivo da nova concentração de invasões em áreas urbanas é “buscar apoio da população para bandeiras que, na avaliação dos líderes, têm apelo na opinião pública, como o combate ao desemprego e à corrupção, a oposição à política agrária do governo Michel Temer e as críticas às reformas trabalhista e da Previdência”.

Mas o grupo terrorista se opõe, na verdade, à Lei 13.465/2017 – apresentada pelo governo Temer ao Congresso como a Medida Provisória 759/2016 – que trata do Programa Nacional de Regularização Fundiária.

“Só nos sete primeiros meses de 2017 foram concedidos a agricultores mais títulos definitivos (TDs) e Contratos de Concessão de Uso (CCUs) do que na comparação com os melhores anos dos governos do PT.”

Anúncios

Categorias:VARIEDADES

Marcado como:,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s