POLÍTICA

ALCKMIN PREFERE TASSO

A destituição de Tasso Jereissati da presidência interina do PSDB por Aécio Neves tirou Geraldo Alckmin de cima do muro em relação à disputa de Tasso com Marconi Perillo pela sucessão ao senador mineiro no cargo.

O governador de São Paulo queria evitar que a escolha de um nome jogasse um dos campos contra seu projeto presidencial em 2018, mas, segundo a Folha, sua preferência por Tasso ficou clara nos bastidores do partido.

Os aliados de Alckmin queriam usar um suposto favoritismo do senador cearense para convencer Perillo a sair da disputa ou, ao menos, aceitar um ‘revezamento’, em que Tasso comandaria o PSDB no primeiro ano – durante a campanha eleitoral – e o governador goiano, no ano seguinte.

Foi o próprio Alckmin quem teve essa ideia, mas ela “já foi invalidada por Tasso, que diz não concordar. Perillo dá sinais de que também não aceita ao repetir que aguarda desde a gestão de Sérgio Guerra (2007-2013) para disputar o cargo.”

Agora, Alckmin “vai trabalhar para a construção de um acordo entre os dois, mas já indica estar disposto a se apresentar como alternativa para evitar que o racha se aprofunde”.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s