POLÍTICA

PAULO SKAF E A CAMPANHA DO PATO

A campanha “Chega de pagar o pato”, da Fiesp, foi fruto de uma fraude.

Segundo O Globo, o delator Renato Pereira contou à PGR que Paulo Skaf favoreceu a Prole, em troca de material de propaganda e pesquisas para sua disputa ao governo de São Paulo.

Renato Pereira, diz a reportagem, “recebeu um papel dobrado contendo o conceito-chave da proposta da Prole, como forma de permitir sua atuação a favor da empresa.

Mantida com recursos públicos e contribuições empresariais, as entidades orientavam a Prole a produzir peças que exaltassem Skaf e mantivessem vivas suas expectativas eleitorais para 2018.”

O sistema S, de Sesi e Senai, pagou a campanha “Chega de pagar o pato”.

Segundo o delator Renato Pereira, a campanha foi direcionada para a Prole, que por sua vez desviou recursos para a candidatura de Paulo Skaf, presidente da Fiesp.

A campanha que tem de ser feita agora é outra: Chega de pagar o sistema S.

Anúncios

Categorias:POLÍTICA

Marcado como:, ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s