LAVA JATO

CABRAL SE DESCULPA COM BRETAS E RECONHECE CAIXA 2 A PEZÃO

Sérgio Cabral depôs de novo a Marcelo Bretas ontem, pela primeira vez desde que sua transferência para Campo Grande, ordenada pelo juiz, foi negada por Gilmar Mendes.

Desta vez, pediu desculpas ao juiz federal pela discussão no interrogatório de duas semanas atrás. Também negou ter ordenado a fabricação de dossiês contra Bretas.

“Jamais faria isso. Acredite na minha índole. É um factoide, um terrorismo feito por alguém maldosamente”, disse o ex-governador do Rio.

No mesmo depoimento de ontem a Marcelo Bretas, Sérgio Cabral disse ter combinado com o empresário Miguel Iskin o repasse de R$ 2,5 milhões à campanha de Pezão em 2014, quando o atual governador do Rio era seu vice.

“Nunca pedi propina, sempre pedi apoio. Pedi ao Iskin, e ele foi receptivo à ideia e nos apoiou com alguma coisa em torno de R$ 3 milhões, sendo que R$ 2,5 milhões em caixa dois e R$ 500 mil para um dos partidos que faziam parte da nossa coligação”, declarou o ex-governador, conforme o relato de O Globo.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s