JUSTIÇA

TEMER DIZ QUE FOI DENUNCIADO POR ‘MOTIVO MESQUINHO’

Em discurso feito no Planalto para deputados líderes de partidos, Michel Temer disse ter sido denunciado porque Rodrigo Janot queria impedi-lo de escolher o novo chefe da PGR.

“As duas denúncias que foram desautorizadas pela Câmara, hoje está robustamente, relevantemente, fortemente demonstrado, era uma articulação que tinha um objetivo mesquinho, minúsculo, menor, de derrubar o governo para impedir o presidente de indiciar o sucessor daquele que ocupava a PGR.”

Quando o mandato de Janot acabou, o presidente ignorou o primeiro lugar na lista tríplice encaminhada pela PGR –Nicolao Dino, visto como aliado do ex-procurador-geral– e indicou para o cargo a segunda colocada, Raquel Dodge.

(Ah, sim: na reunião com os líderes, Temer também agradeceu pelo empenho do Congresso em aprovar medidas econômicas e insistiu na necessidade de seguir adiante com as reformas.)

Anúncios

Categorias:JUSTIÇA

Marcado como:, , ,

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s