POLÍTICA

A VOLTA DO IMPOSTO SINDICAL

Há quase um mês, Paulinho da Força disse que estava convencido de que a reforma trabalhista — que entra em vigor no próximo sábado — havia sepultado o imposto sindical obrigatório.

“Imposto já era. Estamos buscando uma alternativa”, disse ele.

A Coluna do Estadão informa hoje que o deputado do Solidariedade de São Paulo — depois de levar vários foras de Michel Temer — “negocia com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a votação em regime de urgência de projeto para instituir o novo tributo”.

A pauta nem sequer seria debatida em comissões temáticas.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s