VARIEDADES

PF: 65 MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO

A Operação Malebolge está nas ruas desde cedo, tendo o ministro Blairo Maggi como um dos investigados.

A pedido da PGR, o STF autorizou mandados de busca e apreensão em 65 endereços e afastou cinco conselheiros do Tribunal de Contas do Mato Grosso: José Carlos Novelli, Waldir Júlio Teis, Antônio Joaquim Moraes Rodrigues Neto, Walter Albano da Silva e Sérgio Ricardo de Almeida.

São investigados crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, gestão fraudulenta de instituição financeira, além de crimes contra a ordem tributária.

A ORCRIM do Mato Grosso, segundo os investigadores, funcionou, principalmente, entre 2006 e 2014. E consistia no “pagamento de propina a membros do Poder Legislativo Estadual, com o objetivo de que sustentassem a governabilidade do Executivo, aprovando projetos do então governador Silval Barbosa ou se abstendo de investigar membros da cúpula do governo estadual”, informa a PGR.

Agentes da Polícia Federal saíram do apartamento funcional do ministro Blairo Maggi, na Asa Sul, em Brasília, com malotes com documentos e uma CPU de computador.

Policiais legislativos acompanharam o trabalho da PF.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s