LAVA JATO

UM KIBE QUE FALA

Adir Assad está falando.

Em depoimento para a Saqueador, hoje, ele confessou ter gerado 370 milhões de reais em contratos fictícios para Delta, de Fernando Cavendish.

E também:

Cavendish me disse que grande parte desse dinheiro ia para o governo do Estado, para o Sérgio Cabral, e que não poderia atrasar porque era muito importante”.

Adir Assad, em depoimento para a Saqueador, revelou o esquema usado pela Delta para pagar propinas a Sérgio Cabral.

Ele pode revelar muito mais, porém.

Chamado de Kibe nas planilhas da Odebrecht, ele operou para todas as grandes empresas do Brasil e seu nome está envolvido, por exemplo, em negociatas para o pagamento da campanha de Dilma Rousseff, em 2010, para o parceiro de Lula, José Carlos Bumlai, e para os tucanos do Rodoanel.

Adir Assad usou apenas uma de suas empresas para lavar R$ 1,2 bilhão em propinas.

Hoje, ele admitiu ao juiz Marcelo Bretas ter gerado mais de R$ 1,7 bilhão em recursos ilícitos para pagamento de políticos de todos os partidos. “Eu gerei R$ 1,7 bilhão em propinas. Eu sozinho.”

Assad estava convicto de que nunca seria preso e contou como foi tratado quando teve de depor na CPI do Cachoeira. “Me trataram como um palestrante. Ninguém fez pergunta.”

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s