ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MOVIMENTOS DE RUA LONGE DAS RUAS

O Vem Pra Rua, ontem, foi às ruas para comemorar a pena de prisão de Lula.

Os outros movimentos de rua, estranhamente, recomendaram que seus simpatizantes permanecessem em casa, longe das ruas.

As ruas se acomodaram no sofá da sala.

Rogerio Chequer, do Vem Pra Rua, festejou a pena de prisão de Lula na Folha de S. Paulo:

O dia 12 de julho é histórico por condenar o mais mentiroso, inescrupuloso e perigoso personagem político que o Brasil já teve. Ninguém, sozinho, causou tanto mal para o nosso país quanto Luiz Inácio. Os 14 milhões de brasileiros desesperados, à procura de um emprego, já seriam suficientes para dar-lhe tal título. Mas, infelizmente, mas para por aí. No comando de Dilma, do PT e da organização criminosa, Lula desiludiu os mais carentes. Como legado, deixou na penúria a mesma classe que inflara de maneira efêmera (e sem mérito, dado que foi agraciado pelas condições globais mais favoráveis deste século). Pior, Lula construiu um exemplo de conduta que ampliou a impunidade do nosso sistema, passando a aflitiva impressão de que ela seria indestrutível, eterna. Essa percepção é letal para a esperança de um povo, e foi responsável por um longo período de letargia da sociedade. 12 de julho é o antídoto para esse veneno.

O dia 12 de julho é histórico porque resgata a esperança do país, ao mostrar que comportamentos novos podem, sim, criar um país diferente. Resgata a esperança na Justiça ao demonstrar que há juízes não corrompidos (mesmo que falíveis), com coragem de enfrentar o establishment, e criam exemplo para outros. Resgata a esperança da sociedade ao recompensá-la pelos maiores protestos da história, feitos de forma pacífica e contundente. Mostra que queimar pneus, depredar patrimônio público, ou comer marmita na mesa diretora do Senado Federal é coisa de fracos, desespero de quem se tornou minoria, artifício de quem teve todos os seus argumentos destruídos e tornou-se incapaz de combater de forma democrática. O dia 12 de julho mostra que uma mentira repetida mil vezes não mais se torna verdade. E escancara os mentirosos que ainda insistem na falácia.

Sobre Silvan Magalhães (2124 artigos)
Francisco Silvan Magalhães Moreira, 52 anos, natural de Pedra Branca - Ceará, formado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Perícia e Auditoria Ambiental.

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: