POLÍTICA

CCJ: AS RESPOSTAS DE JANOT

Rodrigo Janot não foi à CCJ da Câmara, mas respondeu por escrito alguns questionamentos feitos a ele, como registramos mais cedo.

Os deputados perguntaram a Rodrigo Janot se o ex-procurador Marcelo Miller atuou como advogado no acordo de delação da JBS.

O procurador-geral respondeu que “absolutamente não”.

Questionado por deputados sobre a imunidade penal concedida aos irmãos Batista, Rodrigo Janot respondeu que:

— Até o momento, a colaboração demonstrou alto grau de eficácia;

— Os elementos trazidos irão permitir a abertura de uma série de novas investigações em diversos estados da Federação;

— Os irmãos Batista não são os líderes da organização criminosa sob investigação;

— Os colaboradores, de forma espontânea, trouxeram diversos elementos probatórios consistentes e reveladores de crimes inéditos;

— A Operação Patmos resultou na prisão de nove pessoas, no afastamento de dois parlamentares de seus mandatos, na busca e apreensão em 41 locais e no oferecimento de denúncias contra um senador, um procurador, um advogado e mais três pessoas, com provas robustas e abundantes.

A despeito desses pontos, o procurador-geral recorda que os benefícios poderão ser revistos.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s