POLÍTICA

BANCADA DA CHUPETA ENSAIA TEATRO NO SENADO

A bancada da chupeta no Senado está a postos para fazer barulho na votação final da reforma trabalhista, que deve começar em instantes.

O governo já dá como certa a aprovação da proposta.

Lindbergh ocupa a tribuna do Senado para dizer que a reforma trabalhista não pode ser votada “porque Michel Temer pode não ser mais presidente na próxima semana”.

Temer prometeu ajustes na proposta, caso ela seja aprovada pelo Congresso. Rodrigo Maia já se comprometeu em garantir as reformas, se chegar ao Planalto.

Gleisi Hoffmann fez o sinal da cruz antes de iniciar seu discurso da tribuna do Senado contra a reforma trabalhista.

Gleisi Hoffmann dizia que o Senado não tinha legitimidade para votar o impeachment de Dilma Rousseff.

Agora diz que o Senado não tem legitimidade para votar a reforma trabalhista.

A bancada da chupeta protagoniza um teatrinho agora no plenário do Senado.

Lindbergh, o líder petista, age como diretor: pediu para que Lídice da Mata se sentasse ao lado de Fátima Bezerra, que preside a sessão, e ordenou que Regina Souza se juntasse às senadoras na mesa da presidência.

Deputados petistas atravessaram o Congresso e também estão no plenário compondo o cenário.

Tudo para as câmeras da TV Senado.

Como dissemos, a bancada da chupeta está fazendo um teatrinho no Senado.

Fátima Bezerra sentou-se no lugar da presidência e não quer sair. Disse que só sai agarrada pelos seguranças. Eunício Oliveira tenta negociar.

Essa gente só quer saber de barraco.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s