POLÍTICA

“QUANTO O PRESIDENTE DA REPÚBLICA RECEBEU”

Essa é a pergunta que Antonio Cláudio Mariz faz a Rodrigo Janot.

O advogado de Michel Temer disse ser mentirosa a afirmação, que consta na denúncia da PGR, de que o presidente seria o favorecido pelos R$ 500 mil entregues a Rodrigo Rocha Loures.

“É mentira!”

Em sua fala na CCJ da Câmara, Antonio Cláudio Mariz discordou do entendimento de Sérgio Zveiter de que “a dúvida é em favor da sociedade”.

“Por que a sociedade é colocada acima do indivíduo?”, questionou o advogado de Michel Temer.

“Não há sociedade nenhuma que tenha o direito de colocar na cadeia a honra e a dignidade de alguém. Mata-se a honra com uma acusação infame.”

Antonio Cláudio Mariz disse que “o Ministério Público está extrapolando os limites da sua ação.”

“Promotores e procuradores de Justiça não são acusadores obstinados.”

O advogado de Michel Temer acrescentou que o MP passou a alijar o Poder Judiciário: “O juiz não julga mais. É o Ministério Público que aplica a pena”.

Antonio Cláudio Mariz afirma, na CCJ da Câmara, que Michel Temer não recebeu Joesley Batista “na calada da noite”.

“Não foi na calada da noite, foi às dez e pouco da noite, onze horas.”

Segundo o advogado, o procurador-geral também já esteve várias vezes com o presidente à noite, sem estar na agenda.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s