ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OS REPASSES DA JBS PARA GUIDO MANTEGA

O AN&F tem cobrado que Joesley Batista apresente o quanto antes os documentos que comprovem a existência de contas no exterior usadas exclusivamente para movimentar recursos para Dilma Rousseff e Lula.

O Radar reforça a cobrança: “Até segunda-feira de noite, três semanas após o depoimento, o delator não havia entregue nenhum papel para comprovar o que disse”.

 Joesley Batista contou em sua delação que entrou no BNDES via Victor Sandri, amigão de Guido Mantega, a quem pagava um mensalinho de R$ 50 mil para intermediar interesses do grupo JBS.

Para confirmar o que disse, o delator entregou à Polícia Federal a planilha abaixo com os registros dos pagamentos feitos entre fevereiro de 2007 e fevereiro de 2009, num total de R$ 5,4 milhões, à Gran Tornese Administração – empresa de Sandri.

Em 2008 e 2009, a JBS remunerou Sandri pelo “sucesso” na liberação de aportes bilionários do BNDES. Foram R$ 4,2 milhões – duas parcelas de R$ 1,69 milhão num ano e outra de R$ 840 mil no ano seguinte.

Segundo Joesley, a propina foi dividida com Guido Mantega e o advogado Gonçalo Sá, que apresentou Sandri ao dono da JBS. A PF ainda não recebeu as provas da propina de Lula.

Sobre Silvan Magalhães (1935 artigos)
Francisco Silvan Magalhães Moreira, 52 anos, natural de Pedra Branca - Ceará, formado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Perícia e Auditoria Ambiental.

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: