ÚLTIMAS NOTÍCIAS

JOESLEY ENTREGA TUDO SOBRE A ‘CONSULTORIA’ DE PALOCCI

Joesley Batista não revelou qualquer ilegalidade nas consultorias de Antonio Palocci para a JBS, mas as notas fiscais emitidas pela Projeto falam por si.

Reparem onde funcionava a sede da empresa do ex-ministro de Lula quando Joesley o contratou: Rua Padre João Manuel 450, sala 68.

Sim, mesmo edifício onde funcionavam a LFT e a Touchdown, de Luleco; a G4, de Lulinha e Fernando Bittar; a Editora Gol, de Jonas Suassuna; a Newlink, ligada à PlayTV e à Gamecorp, de Lulinha, Fernando Bittar e Jonas Suassuna; a FlexBR, de Marcos Claudio Lula da Silva e Sandro Luis Lula da Silva; e até o escritório de Adhemar Gianini, advogado de Roberto Teixeira, advogado e compadre de Lula.

Deve ser coincidência…

Além de planilhas e notas fiscais, estamos publicando o contrato de consultoria firmado entre Antonio Palocci e a JBS.

Embora Joesley Batista diga que a consultoria se prestou à avaliação de mercado e identificação de oportunidades de investimento, o documento assinado pelo ex-ministro diz outra coisa.

No “objeto” do contrato, consta que a consultoria tem intuito de “se concretizar a aquisição de empresa de produção de carnes de frango e produtos derivados, baseada no mercado norte-americano”.

A descrição bate com a Pilgrim’s Pride Corporation, adquirida pela JBS por US$ 2,8 bilhões – sendo US$ 2 bilhões em aportes do BNDES.

Além de avaliar os ativos e passivos da empresa alvo, Palocci deveria assessorar a JBS no processo de negociação, “considerando os cenários econômico, mercadológico e político” e “obtendo condições ideais de valor e forma de pagamento”.

Joesley jura que Palocci não intermediou a liberação dos recursos do BNDES para qualquer negócio.

O contrato de consultoria de Antonio Palocci com a JBS entregue à PF, previa o pagamento da “comissão de êxito” no valor equivalente a 0,10% do negócio, “até o limite de R$ 2 milhões”.

O documento previa ainda um adiantamento de honorários de R$ 500 mil.

Na planilha de repasses entregue à PF e publicada aqui embaixo, além dos valores mensais da consultoria política de Palocci, há sete pagamentos acima de 230 mil ocorridos entre agosto de 2009 e fevereiro de 2010.

São valores líquidos, já descontados os impostos, que coincidem com o previsto no documento contratual e, mais, com a compra da norte-americana Pilgrim’s – com dinheiro do BNDES.

 

Sobre Silvan Magalhães (2131 artigos)
Francisco Silvan Magalhães Moreira, 52 anos, natural de Pedra Branca - Ceará, formado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Perícia e Auditoria Ambiental.

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: