LAVA JATO

JOESLEY: A DECEPÇÃO COM TEMER

Além de Lúcio Funaro, Joesley Batista também foi ouvido no inquérito sobre Michel Temer.

Ele detalhou vários trechos de sua delação premiada e revelou que pediu a Geddel Vieira Lima que atuasse junto ao BNDES para impedir o veto à reestruturação societária da JBS.

“Geddel disse que precisaria contar com o apoio de Eliseu Padilha” e organizou um jantar em sua casa para tratar do assunto. Depois soube por Geddel que o próprio Temer “teria chamado Maria Silvia Bastos Marques em seu gabinete em Brasília para pressioná-la”.

Maria Silvia renunciou à Presidência do BNDES logo depois que a delação veio à tona. A PF deveria questioná-la sobre o episódio.

No depoimento à PF, Joesley Batista disse que ficou “desapontado” com a reação de Michel Temer sobre compra de silêncio de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro.

E que também ficou “surpreso” quando Temer disse que ele estava no caminho certo ao dizer que corrompia um procurador e dois juízes.

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s