ÚLTIMAS NOTÍCIAS

“NÃO É UM VEREADOR QUE DEU UMA TELHA”

Napoleão Nunes Maia Filho diz que muitos políticos não sabem que os recursos da sua campanha são ilegais. Para isso, usa o exemplo de candidatos a vereador.

Herman Benjamin responde, basicamente, que não dá para comparar tostão com milhão.

O relator pede aos colegas:

“Vamos julgar este caso pelo o que ele é. É uma campanha presidencial, não é um vereador que deu uma telha…”

“Há confusão entre propina e caixa 2. São duas hipóteses ilícitas, mas aqui nos autos vi casos tocantes de candidatos que não queriam receber caixa 2 e que foram obrigados a receber em caixa 2.”

Gilmar Mendes aproveita para criticar a “mídia”, que misturaria alhos e bugalhos.

Mais de 10 horas, incluindo as sessões desde a noite de terça-feira, e o relator Herman Benjamin nem sequer concluiu seu voto.

Não à toa Luiz Fuz disse, pela manhã, que o julgamento estava parecendo mais um simpósio.

Herman Benjamin diz:

“Para fins eleitorais é desnecessária a distinção entre caixa 2 sem propina e caixa 2 com propina, porque caixa 2 puro leva ao atendimento dos pedidos da cassação das petições iniciais.”

Sobre Silvan Magalhães (1126 artigos)
Francisco Silvan Magalhães Moreira, 52 anos, natural de Pedra Branca - Ceará, formado em Administração de Empresas e Pós-Graduado em Perícia e Auditoria Ambiental.

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: