POLÍTICA

A RAIVA DE MARIA SÍLVIA

Comenta-se, que os superintendentes do BNDES se reuniram com os funcionários das suas áreas na segunda-feira (22),para passar informes da administração do banco.

Alguns relataram que Maria Silvia havia ficado irritada com o áudio da conversa entre Joesley Batista e Michel Temer.

Isto porque o trecho em que Joesley afirma que “o BNDES tá bem travado” teria dado margem a uma dupla interpretação: ou que ela estava travando as liberações para a JBS, ou que ela estava travando o banco como um todo.

“Hoje, Maria Silva tá falando com quem? Tá problemático”, reclama Joesley.

Temer então responde que servidores do BNDES estão com bens indisponíveis e que o banco tem uma verba de R$ 150 bilhões parada. Não foi uma resposta que pudesse amenizar a irritação da então presidente do banco.

Em seus pronunciamentos sobre a gravação, como noticiamos, Temer se ancorou na equipe econômica, citando a moralização feita no BNDES por Maria Silvia.

Os relatos no banco são de que ela, além de não gostar das falas do presidente, gostou muito menos da perspectiva de eventualmente ter de responder à “CPI do Joesley”.

Um dos temores no Palácio do Planalto, a partir da saída de Maria Silvia Bastos, é que a decisão dela estimule pedidos de demissão de outros integrantes da equipe econômica considerados de “perfil técnico”, como Paulo Rabello de Castro (IBGE) e Mansueto Almeida (secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda).

Anúncios

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s