ALERTA VERMELHO E O PODER QUASE ABSOLUTO

Postado em

Além de revelar que Lula sabia de todos os detalhes dos pagamentos por fora negociados com Antonio Palocci e que tudo dependia de sua palavra final, João Santana contou que, em momentos críticos de inadimplência, dava o “alerta vermelho” a Lula e depois a Dilma.

Ele ameaçava interromper os trabalhos.

“Este tipo de alerta foi feito com Lula, em duas ocasiões: no final do primeiro turno de sua reeleição e, especialmente, no intervalo entre o primeiro e o segundo turno. Lula, então pressionou Antonio Palocci, então ministro da Fazenda, que colocou a empresa Odebrecht no circuito.”

Depois, o marqueteiro soube por Mônica que Palocci tinha poder quase absoluto sobre o fundo de caixa dois do PT gerido pela Odebrecht.

OBRIGADO POR CURTIR E PARTICIPAR DO NOSSO BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s